Advogados do Gama e região se reúnem para um bate papo sobre as dificuldades da advocacia.

Os profissionais debateram os problemas enfrentados no mercado de trabalho, tais como prerrogativas e afronta às garantias constitucionais

Na última terça-feira (13), o Gama recebeu um evento para profissionais da advocacia e comunidade jurídica, com o tema: “Como superar as dificuldades da advocacia”. Na ocasião, o advogado criminalista Kakay, palestrou sobre o momento atual vivido pela profissão. Também estiveram presentes os advogados Délio Lins e Silva, Viviane Moura e Pedro Júnio, além de professores e estudantes do curso de direito.

 

Com a plateia cheia, Kakay falou dos problemas vivenciados na profissão, demonstrando a preocupação na inserção do advogado recém-formado no contexto de trabalho, não esquecendo dos papeis que lhe cabem, “o advogado vai fazer a vida profissional, mas ele precisa ter compromisso com a sociedade, eu vejo a advocacia como um instrumento social muito forte, de intervenção e de garantia dos direitos constitucionais”, acrescentou.

 

Grandes projetos para os bacharéis iniciantes estão sendo elaborados pelo advogado Délio Lins e Silva, candidato a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB/DF). Délio, que já foi conselheiro da ordem, conta que o principal objetivo, hoje, é resgatar a valorização da advocacia, “é mostrar que as prerrogativas que nós temos não são privilégios, nós temos prerrogativas por que nós somos os braços da sociedade dentro do judiciário”. Além disso, ele diz que criar formas e alternativas para abrir o mercado de trabalho é uma de suas metas.

 

A advogada, professora e candidata à presidência da Subseção da OAB no Gama, Viviane Moura, contou que a advocacia tem passado por momentos difíceis e que por meio de suas propostas tem implementado melhorias para o serviço, “a gente quer uma advocacia melhor, a gente quer trabalhar, quer cobrar os honorários decentemente, e essa é minha luta, é a minha bandeira, que a advocacia possa melhorar. Nós temos condições de melhorar”, completou.

 

O jovem advogado Pedro Júnio, afirma que foi uma enorme satisfação contribuir para a organização de um evento deste porte em sua cidade, acrescentando a importância de debater o tema, “nós, jovens advogados, aqueles que realmente militam, enfrentamos e conhecemos, de perto, as dificuldades da advocacia, porém, nesta noite, foi possível aprender e trocar experiências com os profissionais que estiveram aqui”. Por fim, ele ressalta o aprendizado que o evento trouxe com tantos profissionais de qualidade juntos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here