Bailarinos de todo o Brasil disputam mais de R$ 50 mil em festival, um dos maiores prêmios de eventos de dança

Festival Internacional de Dança de Goiás reúne também professores dos Estados Unidos, do Chile, da Colômbia e do Brasil

Centenas de bailarinos de diversos estados brasileiros participarão da sexta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás, disputando uma das melhores premiações em dinheiro entre os eventos da área no Brasil, com um total de R$ 52 mil. O festival será realizado de 04 a 08 de julho, no Teatro Sesi, em Goiânia, e terá uma programação extensa, contando com a participação de bailarinos e coreógrafos renomados dos Estados Unidos, do Chile, da Colômbia e do Brasil. 
O evento está consolidado como um dos maiores do Brasil, sendo realizado desde o início pelo Studio Dançarte, das irmãs Gisela Vaz, que é presidente do Conselho Brasileiro da Dança (CBDD), e Ariadna Vaz, diretora e coreógrafa da Fohat Cia. de Dança. Nesta edição, o festival conta com apoio do Governo de Goiás, por meio da Lei Goyazes, e do Conselho Brasileiro da Dança. Ao todo, 11 profissionais de renome ministrarão workshops de diversos estilos de dança ao longo dos cinco dias de evento e serão jurados da Mostra Competitiva. 
Entre eles está o bailarino e coreógrafo Brian McSween, dos Estados Unidos, que é diretor artístico da Joffrey Ballet School Performance Company e professor convidado da Grand Valley State University e do Grand Rapids Ballet. Ele também já participou de filmes com temáticas de dança, como No Balanço do Amor, de 2001, e De Corpo e Alma, de 2003. A chilena que é primeira bailarina estrela do Ballet de Santiago, Natalia Berrios, também estará no evento em Goiânia. 
Ela integra a companhia desde 1993 e já recebeu diversos prêmios, além de ter feito apresentações em eventos como o aniversário do Stuttgart Ballet, da Alemanha, em 2011. Já o colombiano José Manuel Ghiso estará no Festival Internacional de Dança de Goiás pela primeira vez. Ele também é primeiro bailarino do Ballet de Santiago, no Chile, fazendo parte da companhia desde 2000, e recebeu diversos prêmios em sua carreira, como o de primeiro lugar no Concurso Nacional de Artes de Cáli, em 1997. 
Outros nomes de peso no cenário nacional estarão no evento, como Alice Arja, do Rio de Janeiro, que é relações internacionais na América do Sul do Miami City Ballet e possui a Escola de Dança Alice Arja e a Cia. de Ballet do Rio de Janeiro. Um dos destaques é o professor Caio Nunes, também do Rio de Janeiro. Ele é diretor da companhia de dança que leva o seu nome e coreógrafo da TV Globo, além de ter coreografado comissões de frente de grandes escolas de samba, como Unidos de Vila Isabel, Grande Rio, Salgueiro, São Clemente e Império Serrano. 
Já o professor e coreógrafo Edson Santos, de São Paulo, realiza trabalhos com ênfase no Lyrical Jazz e no Contemporary Jazz e foi bailarino e assistente de coreografia da Raça Cia. de Dança. O bailarino Gleidson Vigne, do Rio de Janeiro, que já fez parte da Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo, de Portugal, e da Quasar Cia. de Dança e do Balé da Cidade de São Paulo, do Brasil, é mais um convidado do Festival Internacional de Dança de Goiás. Vindo de São Paulo, Erick Gutierrez é referência no sapateado brasileiro. 
Ele integrou o elenco do aclamado musical da Broadway “Os Produtores”, dirigido por Miguel Falabella, além de ter dado aulas de sapateado para os outros integrantes. Cristina Helena, que é delegada do Conselho Brasileiro da Dança em Minas Gerais, e Henry Camargo, que é coreógrafo da Cia. Kahal, de Jundiaí, também estão no time de profissionais desta edição. Camargo venceu como melhor coreógrafo no Festival de Dança de Joinville em 2010 e 2017. 
Além disso, a goiana Gisela Vaz, presidente do Conselho Brasileiro da Dança, também dará um dos workshops do evento, mas será a única a não julgar a Mostra Competitiva, por fazer parte da organização. Vários desses profissionais também farão apresentações especiais gratuitas para o público no festival, como a chilena Natalia Berrios, o colombiano José Manuel Ghiso e o brasileiro Erick Gutierrez. A Fohat Cia. de Dança, antiga Dançarte Cia. de Dança, também fará uma apresentação especial, com o espetáculo “Mazombo”. 
 
Competições e premiação
A Mostra Competitiva é uma das principais atividades do Festival Internacional de Dança de Goiás, sendo realizada de 04 a 08 de julho, no Teatro Sesi, com entrada franca para o público. Os competidores apresentarão coreografias das modalidades Ballet Clássico de Repertório, Ballet Clássico Livre, Dança Contemporânea, Jazz, Estilo Livre, Danças Urbanas, Sapateado e Danças Populares, em solos, duos, trios e conjuntos. 
As categorias são Infantil (de 7 a 9 anos), Júnior (de 10 a 12 anos), Juvenil (de 13 a 15 anos), Adulto (de 16 a 18 anos) e Avançado (acima de 19 anos). No último dia do evento, serão anunciados os grandes vencedores, que levarão um total de R$ 49 mil pela Mostra Competitiva. O Melhor Grupo receberá R$ 15 mil, enquanto os vencedores como Melhor Bailarina e Melhor Bailarino serão premiados com R$ 10 mil cada um. 
Será feita a escolha da Bailarina ou Bailarino Revelação, de até 14 anos de idade, que receberá R$ 6 mil, o mesmo valor do prêmio para Melhor Coreógrafo. Já o Melhor Grupo Infantil será premiado com R$ 2 mil. Serão oferecidas ainda diversas bolsas de estudo para instituições de ensino de dança, entre os inscritos.
 
Outras atividades
A sexta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás também contará com atividades como a Mostra Não Competitiva, no dia 07 de julho, e as Batalhas de Danças Urbanas, nos dias 07 e 08 de julho, com entrada gratuita para o público. As batalhas, divididas entre Breaking e Free Style, também terão prêmios em dinheiro para os participantes, totalizando R$ 3 mil. 
Uma das novidades deste ano são dois bate-papos voltados apenas para profissionais da dança. Os jurados e professores convidados pelo festival, os diretores e coreógrafos que levarão trabalhos para a Mostra Competitiva e os organizadores do evento participarão dos encontros nos dias 06 e 08 de julho. Serão discutidas as coreografias apresentadas na competição e aspectos como modalidade, estilo, técnica, criatividade e figurino.
 
Serviço 
Sexta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás
Data: de 04 a 08 de julho
Local: Teatro Sesi – Goiânia 
Entrada gratuita para Mostras Competitiva e Não Competitiva, apresentações especiais e Batalhas de Danças Urbanas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here